E o dinheiro, como faz?

Certamente a parte mais chata de uma viagem é a burocracia que envolve compra de moedas. Pelo menos pra mim, que não entendo muito dessa nobre arte da troca de câmbio e não sou tão organizada quanto gostaria de ser.

O dólar deu uma subida nessas últimas semanas o que atrapalhou um pouco os planos dessa que vos fala, mas como essa viagem não é adiável, entubei o aumento e saí pesquisando como louca a melhor forma para não perder tanto assim. O que falarei abaixo eu realmente pesquisei e coloco as fontes, se alguém tiver informações complementares e/ou diferentes, sinta-se livre para comentar.

VTM

Desde todo sempre (tá, uns 2 ou 3 anos) entendi que a forma mais segura contra alterações cambiais era o tal do cartão pré-pago. Mas, voltando no fato que eu não sou organizada, de nada adiantou saber essa informação. Então fica a dica 1: se você tem uma viagem certa, segura ou quer simplesmente guardar dólar e/ou outras moedas como investimento, vale a pena fazer o seu.

Agora, qual? O Visa Travel Money é aceito em praticamente todos os estabelecimentos internacionais que tenham bandeira Visa, claro, o que se resume a praticamente todos mesmo.

Dificuldade que encontrei: Apenas 3 moedas disponíveis (Dólar americano, Euro, Peso Argentino, Dólar Australiano e Libras Esterlinas). As demais moedas são recarregadas como num VTM, só que tem outro nome, você vai entender mais abaixo.

Positivo: Mesmo com apenas essas moedas, ele debita em outra moeda se você usar. Por exemplo, no Canadá sei que ele vai converter do dólar americano para o canadense. Só que aí vem o negativo…

Negativo: Nessa conversão, além da taxa de câmbio, é acrescida uma taxa da Visa de 2 a 3,75%! Sim, eu disse taxa Visa. Ou seja, o que parecia interessante, torna-se não tão vantajoso assim, uma vez que você entuba uma taxa variável da própria operadora. Da primeira vez que fui, usei esse sistema sem ter essa informação*, que inclusive precisei ligar duas vezes pra Central do VTM pra entender direito, vocês podem tentar se quiserem, o telefone é 4003-7666 (ligando do Brasil).

Star Cash

Uma derivação do VTM é o Star Cash, ele cobre , como o nosso querido dólar canadense de todo dia amém.

Positivo: Várias moedas em um ÚNICO cartão.

Dificuldade: Uma que venho enfrentando que não tinha com o VTM. Adquiri cada um em uma agência de câmbio diferente. O VTM sempre consegui negociar taxas em tempos de queda do dólar, etc. O Star Cash me sinto completamente nas mãos da agência, uma vez que não há valor negociável, mesmo quando proponho comprar uma quantia razoável, eles não reduzem o preço nem por um decreto! Claro que eles não têm obrigação nenhuma de negociar, mas vamos combinar que é uma prática que pode ajudar no relacionamento entre as partes.

Outros pré-pagos que valem a pena entender como funciona, saber suas opções pode ser o melhor caminho para economizar, para o bem da sua viagem.  Eu tentei entendê-los, mas como fiz outras escolhas, não tive experiência com eles, então preferi não copiar e colar texto dos outros aqui. J

Cash Passport

Global Travel Card (AMEX)

* Não sei se essa taxa se aplica também ao Star Cash quando debitado em moeda não carregada no cartão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: