Sobre tradições e Godzilla

Estou viva. Não que alguém esteja de fato seguindo este blog e se perguntando “Ai meu Deus, cadê ela?”, é só mais uma forma de dizer mesmo. Voltei por um motivo nobre, para falar de uma paixão imensa que tenho que controlar aqui pelas bandas canadenses. A comida.

Primeiro de tudo queria falar que não, não sei o que a famosa cozinha canadense prepara. E na verdade quando mais culturas diferentes eu descubro, vejo que é tudo balela essa coisa cozinha tradicional. Estou tentando seguir nesse raciocínio para todas vez que me perguntarem sobre comida brasileira, responder algo diferente, como vatapá, feijão com arroz, acarajé, churrasco, bobó de camarão, bife com batata frita… O difícil vai ser a guerra com o inglês pra explicar aipim, azeite de dendê, feijão fradinho e por aí vai…

Fora que a comida muda de textura, de gosto, de cheiro e de tamanho quando muda de país. Exemplo. Dizem que em Vancouver tem mais restaurante japonês do que no Japão. Não, na verdade sou eu que estou dizendo isso, mas é porque tem muitos mesmo, um do lado do outro, é super fácil encontrá-los. Uns colegas me levaram em um que não tinha sashimi, me recusei a entrar. Como não tem sashimi, minha gente? Logo na frente tinha outro, com sashimi, sentamos e fizemos o pedido. Qual não é o meu espanto quando chega meu humilde pedido com rolls e sashimis. Fiquei na dúvida se era sashimi mesmo ou se era só o peixe inteiro sem escama. Ou se de repente era uma versão Super Size Me japa, um Sashimizilla, sei lá, muitos apelidos, olha o tamanho do pedaço do limão, minha gente!

Os rolls também não ficaram pra trás, gigantes de quase não caber na boca.  Eis que na semana seguinte fui até minha colega de classe japonesa e mostrei duas fotos: uma do sashimi de Itu e outra de um rodízio que fui na Liberdade em Abril. Ela afirmou com todas as letras que a versão brazuca é bem similar à japonesa. Então já sabem, quando quiserem comer comida japonesa for a do Japão, o Brasil é o lugar. #ficadica

Vancouver muito tem me interessado também pela quantidade de produtos orgânicos e integrais que vejo nos mercados, demonstra bem essa atmosfera sustentável que eles tentam passar all the time. Porém contudo todavia entretanto, o preço não é nada amigável, mas isso é pra tudo por aqui, não seria diferente. Apesar de que os preços de um Mercado pro outro mudam e muito, antes de comprar tento sempre dar uma pesquisada, não só economizo um pouco de produto em produto como acabo encontrando promoções. Adoro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: